Archive

Desabafos / Crônicas

Antes que seja tarde, quero aqui deixar registrado o quanto dói estar ao seu lado sem dar as mãos. O quanto dói seu tom de voz grosseiro direcionado a mim. Sua distância e seu vazio. Dói sentir que talvez você esteja cansado. Desistindo. Desistindo de nós. Do nosso amor. Tantas promessas e juras de amor infinito. Odeio o fato de te ter porto mas não te sentir por inteiro. Mas o que mais dói e abrir mão de algo que a gente lutou tanto. Dói saber o quanto eu errei e não posso voltar pra apagar todas as minhas bobagens, todas minhas crises de ciúmes e todas as vezes que gritei com você dizendo coisas que te magoaram. Guardo comigo as boas lembranças, as horas de riso e alegria e o brilho nos seus olhos dizendo o quanto me amava. Eu sei que não posso forçar você a ficar, nem a trocar palavras comigo, como você mesmo disse “Fico sem falar com você até a hora que eu quiser” é um direito teu, quem sou eu pra te cobrar qualquer coisa que seja. Meu coração vai ficar bem, já se curou de tantas outras ferias. Eu sei o segredo: transformar todo o amor em força, se meu amor, que é infinito … força não vai faltar. Mas eu te digo, se for seguir sua vida e seu caminho, vá mas seja feliz.  Por inteiro, meu eterno amor.

Imagem

Advertisements